Com apenas 10 reais egressos podem fazer doações para graduandos economicamente vulneráveis | Alumni Unesp
Notícias fresquinhas para você ficar atualizado.
Por Isabela Holl
26/11/2021
26/11/2021
Tempo de leitura: 6 min

Com apenas 10 reais egressos podem fazer doações para graduandos economicamente vulneráveis
Nova iniciativa da Unesp permite arrecadar fundos para permanência estudantil



No dia (24/11) a Unesp lançou o programa “Coopere com o Estudante’’. Esse programa visa auxiliar graduandos economicamente vulneráveis a permanecerem estudando e se formarem em seus cursos de graduação. Qualquer pessoa, seja física ou jurídica, pode fazer uma doação com valor mínimo de 10 reais. O projeto foi criado pela Coordenadoria de Permanência Estudantil (Cope) em colaboração com a Pró-Reitoria de Planejamento Estratégico e Gestão (Propeg) e com a Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTInf).

O Coopere com o Estudante faz parte do Parceiro Unesp, um programa criado em 2019, que facilita e regulamenta as doações de pessoas físicas ou jurídicas para universidade. Esses apoios podem ser recursos financeiros, imóveis, móveis, serviços, como reformas ou construções, cessões de direitos sobre projetos e outras formas de propriedade intelectual. 


A partir de agora, será possível doar especificamente para programas de auxílio estudantil. As doações podem ser feitas por meio de débito em conta corrente, cartão de crédito ou boleto bancário através do site do programa. Essas contribuições também podem ser pontuais ou mensais. O doador poderá decidir qual a quantia que ele enviará e poderá doar quantas vezes quiser. 


A verba será recebida pela Propeg e administrada pela Cope. Todos os valores recebidos serão destinados à manutenção e ampliação dos auxílios financeiros e ações de apoio aos estudantes que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica. A quantia e os destinos específicos das doações serão publicados em relatórios anuais da Cope, para garantir a transparência de todo o processo.

O coordenador da Cope, Mário Sérgio Vasconcelos, afirma que há anos as pessoas procuravam a equipe da coordenadoria em busca de fazer doações para alunos economicamente vulneráveis. Assim, o Coopere com o Estudante auxiliará a fazer esta ponte entre os doadores e os estudantes. 


Ela conta que “Desde 2014, há um aumento de estudantes que ingressam na Unesp pelo Sistema de Reserva de Vagas da Escola Pública, isso fez com que a demanda por auxílios de Permanência Estudantil aumentasse”. A assessora explica que já existem verbas na Unesp que são destinadas às ações de Permanência Estudantil, mas com essas doações há perspectiva de atendimento de um número ainda maior de estudantes, bem como acesso desses a auxílios com maiores valores.


Quem são os estudantes beneficiados?


Os alunos que recebem os auxílios da universidade são os que possuem renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo. A maioria desses é oriunda de escolas públicas ou bolsistas em escolas particulares. Esses estudantes passam por um processo de verificação de documentos ao se inscreverem nas modalidades de assistências oferecidas pela Unesp. Após a checagem de todas as informações, as Unidades Universitárias selecionam os estudantes mais vulneráveis, que receberão os auxílios/subsídios e as futuras doações.


Existe na universidade o auxílio socioeconômico, o auxílio aluguel, o subsídio alimentação, auxílio estágio, auxílio especial (para estudantes que possuem deficiências - PCD), auxílio transporte e auxílio provisório. Além disso, há as moradias estudantis e os restaurantes universitários. Para conferir as características de cada uma dessas modalidades, acesse a lista disponibilizada pela Unesp. O valor dos auxílios estudantis giram em torno de 120 a 350 reais mensais.


Segundo Mário Sérgio, serão lançados editais para compra de utensílios para as moradias estudantis e, também, para reformas elétricas e hidráulicas. “Quanto aos restaurantes universitários (RUs), há uma discussão com diretores e vice-diretores para a formulação de uma política de RUs para a Unesp”, explica o coordenador.


Como fazer doação?


Os doadores precisam acessar a página de captação e realizar um cadastro rápido. Através do próprio site já é possível fazer a transação por cartão de débito ou crédito ou boleto, selecionando se o pagamento será em um valor único ou mensal. Os dados do usuário são confidenciais. A partir de janeiro será disponibilizado o pagamento via pix.


Na Unesp, metade das vagas são destinadas para estudantes de escolas públicas e para cotas raciais. Em consequência dessas e outras ações de inclusão social, em 2021, os alunos vindos da educação pública se tornaram 51% dos graduandos da universidade. De acordo com dados do Sistema Institucional da Pró-Reitoria de Graduação (SisGrad), há cinco anos atrás esse percentual era de 40,8%, mostrando um avanço de 10,2%. 


O número de graduandos que se encaixam nos critérios e foram beneficiados pelos programas de auxílio estudantil, também aumentou em 9,7% entre 2019 e 2021, conforme dados da Cope. Em 2020, haviam 4.715 estudantes que precisaram desses auxílios para permanecerem estudando. Luciana afirma que o Coopere com o Estudante tem como objetivo que os “graduandos usufruam da universidade nas suas diferentes dimensões (ensino, pesquisa, extensão e cultura) com a segurança de atendimento às necessidades básicas , visando a emancipação dos estudantes”.


É preciso ressaltar que qualquer valor é importante para mantermos os graduandos da Unesp, se cada um doar o que pode e fazer sua parte, ajudaremos a garantir a formação de uma nova geração de unespianos. Por isso, compartilhe esta notícia com os egressos de seu curso e ajude nossos estudantes.



Últimas notícias

Egressa, que trabalha com Tecnologia, dá dicas para quem deseja imigrar para o Chile A formação interdisciplinar da Unesp apresentou a área da Tecnologia à engenheira Naara Weishaupt
Signos, Comunicação e Unesp: conheça a carreira do ex-aluno Rafael Parigi O unespiano conta como se tornou coordenador de Marketing e fechou parcerias com grandes marcas
3 palestras virtuais da Unesp para você se informar sobre Ciência Política Os encontros estão marcados para o final de janeiro e fevereiro